Governo desiste de fracionar parcelas do auxílio emergencial

Quem recebe desde abril sacará quinta parcela até fim de outubro

Governo desiste de fracionar parcelas do auxílio emergencial Foto: Antônio Cruz/Agência Brasil Notícia do dia 17/07/2020

O governo desistiu de fracionar o pagamento da quarta e da quinta parcela do auxílio emergencial de R$ 600 (R$ 1,2 mil para mães solteiras). O presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, anunciou um novo calendário de pagamentos, que substituirá o divulgado anteriormente. Em alguns casos, o saque do benefício depositado na conta poupança digital foi antecipado.



“São 65 milhões de pessoas recebendo. Por causa da pandemia e do pagamento digital, realizar dois pagamentos num mês seria uma coisa que vimos que ia gerar muita confusão. Se a gente realizasse dois pagamentos por mês seriam 60 milhões de pagamentos. Do ponto de vista operacional, respeitando a questão da pandemia, é muito mais simples, direto e evita confusão, houve consenso dentro do governo de pagar duas parcelas de R$ 600”, explicou Guimarães.



Os 19,2 milhões de inscritos no Bolsa Família receberão a quarta parcela em dinheiro entre a próxima segunda-feira (20) e o dia 31, conforme o último dígito do Número de Inscrição Social (NIS). A quinta parcela será paga a esse contingente entre 18 e 31 de agosto. As agências abrirão aos fins de semana para os beneficiários do Bolsa Família.



O pagamento para os beneficiários restantes – 10,5 milhões inscritos no Cadastro Único de Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) e 35,5 milhões de trabalhadores informais que se cadastraram no site e no aplicativo da Caixa – será dividido em quatro ciclos, que respeitarão um espaço de 30 dias entre o recebimento de uma parcela e de outra.



Como nas últimas parcelas, o dia de depósito na poupança digital (que permite pagamentos de boletos, compras com cartão de débito virtual e pagamento com código QR em estabelecimentos parceiros) e de saque será definido de acordo com o mês de nascimento. Os ciclos 3 e 4 serão destinados ao pagamento de lotes residuais para quem teve o benefício liberado mais tarde pela Dataprev, estatal de tecnologia encarregada de analisar os pedidos.



Os ciclos de pagamento ficaram da seguinte forma:

 

Ciclo 1 - Pagamento das parcelas 1, 2, 3 e 4

Mês de nascimento

Quantidade de beneficiados

Dia do crédito

Data para saque em espécie

Janeiro

3,8 milhões de pessoas

22 de julho

25 de julho

Fevereiro

3,5 milhões de pessoas

24 de julho

01 de agosto

Março

3,9 milhões de pessoas

29 de julho

01 de agosto

Abril

3,8 milhões de pessoas

05 de agosto

08 de agosto

Maio

3,9 milhões de pessoas

05 de agosto

13 de agosto

Junho

3,9 milhões de pessoas

07 de agosto

22 de agosto

Julho

3,8 milhões de pessoas

12 de agosto

27 de agosto

Agosto

3,9 milhões de pessoas

14 de agosto

1º de setembro

Setembro

3,9 milhões de pessoas

17 de agosto

05 de setembro

Outubro

3,9 milhões de pessoas

19 de agosto

12 de setembro

Novembro

3,7 milhões de pessoas

21 de agosto

12 de setembro

Dezembro

3,7 milhões de pessoas

26 de agosto

17 de setembro

 

Ciclo 2 - Pagamento das parcelas 3, 4 e 5

Mês de nascimento

Nº de beneficiados

Dia do crédito

Data para saque em espécie

Janeiro

3,8 milhões de pessoas

28 de agosto

19 de setembro

Fevereiro

3,5 milhões de pessoas

02 de setembro

22 de setembro

Março

3,9 milhões de pessoas

04 de setembro

29 de setembro

Abril

3,8 milhões de pessoas

09 de setembro

01 de outubro

Maio

3,9 milhões de pessoas

11 de setembro

03 de outubro

Junho

3,9 milhões de pessoas

16 de setembro

06 de outubro

Julho

3,8 milhões de pessoas

18 de setembro

08 de outubro

Agosto

3,9 milhões de pessoas

23 de setembro

13 de outubro

Setembro

3,9 milhões de pessoas

25 de setembro

15 de outubro

Outubro

3,9 milhões de pessoas

28 de setembro

20 de outubro

Novembro

3,7 milhões de pessoas

28 de setembro

22 de outubro

Dezembro

3,7 milhões de pessoas

30 de setembro

27 de outubro

 

Ciclo 3 - Pagamento das parcelas 4 e 5

Mês de nascimento

Nº de beneficiados

Dia do crédito

Data para saque em espécie 

Janeiro e fevereiro

2,4 milhões de pessoas

09 de outubro

29 de outubro

Março e abril

2,5 milhões de pessoas

16 de outubro

03 de novembro

Maio e junho

2,5 milhões de pessoas

23 de outubro

10 de novembro

Julho e agosto

2,5 milhões de pessoas

30 de outubro

12 de novembro

Setembro e outubro

3,9 milhões de pessoas

06 de novembro

17 de novembro

Novembro e dezembro

3,9 milhões de pessoas

13 de novembro

19 de novembro

 

Ciclo 4 - Pagamento da parcela 5

Mês de nascimento

Nº de beneficiados

Dia do crédito

Data para saque em espécie 

Janeiro e fevereiro

1 milhão de pessoas

16 de novembro

26 de novembro

Março e abril

1 milhão de pessoas

18 de novembro

01 de dezembro

Maio e junho

1,1 milhão de pessoas

20 de novembro

03 de dezembro

Julho e agosto

1,1 milhão de pessoas

23 de novembro

08 de dezembro

Setembro e outubro

1 milhão de pessoas

27 de novembro

10 de dezembro

Novembro e dezembro

1 milhão de pessoas

30 de novembro

15 de dezembro

 

Fonte: Agência Brasil

Tags:
-->