Serviços Repórter Parintins

Dia da Consciência Negra: "A tolerância é uma grande virtude"

Dia da Consciência Negra: Notícia do dia 13/11/2018

Por Maria Amelia*

 

Como poderia, um morcego ser amigo de um pássaro? São parecidos: voam, vivem no alto, em comunidade. Entretanto, são tão diferentes. É justamente sobre aceitação, tolerância, amizade, discriminação, diálogo e empatia que a obra “Gô e Gará”, de Maria Amélia, conversa com os leitores mirins.

 

A autora, que também é negra, levanta a bandeira da representatividade e da quebra de preconceitos nessa lúdica e belíssima obra, lançada ainda este ano de 2018 na Bienal Internacional do Livro de São Paulo.

 

Com a data do Dia da Consciência Negra chegando, nada mais justo que uma obra que represente a data, dedicada para gerar uma reflexão sobre a inserção do negro na sociedade brasileira.

 

“A obra “Gô e Gará” trata problemáticas mundiais de forma adequada ao universo infanto-juvenil, sensibilizando a criança que se aproxima da idade marcante da juventude, despertando sua percepção do quanto a tolerância é uma grande virtude. Mostra, também, a importância de se esclarecer os mal-entendidos para a boa convivência social. Aborda a discriminação e o transtorno que esta pode causar, principalmente para os mais jovens, que muitas vezes são obrigados a enfrentar situações constrangedoras devido à sua cor, alguma deficiência ou algo que sai do contexto estipulado pela sociedade. As diferenças muitas vezes provocam medo, o que resulta em inibição ou até mesmo em violência, que consequentemente prejudica e destrói a harmonia da sociedade.”, explica a autora ainda na obra.

 

Para saber mais sobre o livro ou entrevistar a autora. Envie um e-mail para naira@lcagencia.com.br ou ligue para (11) 2275-6787.

 

*Escritora, compositora, mãe, avó , amante e independente. Nascida no Rio de Janeiro, sempre foi professora no Brasil, e hoje na Alemanha continua na área da Educação, porém Infantil.

Serviços Repórter Parintins