Serviços Repórter Parintins

Aeroportos: Muito na frente de nosso tempo

Aeroportos: Muito na frente de nosso tempo Notícia do dia 19/10/2018

É sabido que muitas coisas foram criadas e desenvolvidas num mundo “velho” e que, portanto, Brasil, não teria porque alcançá-los.

 

Mas tem coisas que não dá para engolir. É o caso do “moderníssimo” monotrilho inaugurado no aeroporto de Guarulhos, às pressas, com a saída do govenador Geraldo Alckmin.

 

Engenheiros de pontes, aeroportos, estradas e ferrovias não fizeram o benchmarking, com o aeroporto de Heathrow, na capital inglesa, inaugurado há dois anos, que dispõe de trens expressos que ligam terminais (subterrâneos) ao centro da cidade.

 

Que me perdoem os engenheiros civis, pois também sou engenheiro, só que de produção. Mas qual dificuldade teriam os trens em deixar passageiros idosos, com deficiência, ou crianças, e com no mínimo uma mala, dentro dos terminais um, dois ou três na configuração subterrânea? Nem seria necessário, desta forma, cruzar a pista por baixo para acessar as outras dependências. A culpa seria do prazo político do ex-governador (que por acaso é médico)? Não.

 

É de tirar o chapéu para a arquiteta ítalo-brasileira, Lina Bo Bardi, responsável pelo projeto do MASP – Museu de Arte de São Paulo - como também ao engenheiro José Carlos de Figueiredo Ferraz por sua construção.

 

O edifício é considerado um importante exemplar da Arquitetura brasileira e está localizado na Avenida Paulista sobre o viaduto 9 de Julho.  O MASP já foi considerado o maior vão de concreto do mundo e até hoje não precisou de retrofiting.

 

Nada posso afirmar sobre corrupção daquela época, mas se é para fazer e funcionar bem feito, que se faça o projeto adequadamente na primeira vez no CAD, software de desenho assistido por computador (ou como foi feito na época, em papel vegetal).

 

Será ridículo nossa pátria ouvir lamentações de estrangeiros, que saem com malas, cruzando o pátio do estacionamento, subindo escadas para acessar o trem. E isto não é tudo, pois na estação do Metrô e CTPM, Engenheiro Goulart, os passageiros terão que fazer baldeação para um trem normalmente lotado.

 

Vamos torcer para que se ache uma solução mais digna para este projeto.
 

 

Reinaldo A. Moura é engenheiro e mestre em Ciências e Engenharia de Produção pela Escola Politécnica da Universidade de São Paulo e  fundador do Grupo IMAM entidade dedicada ao treinamento de curta duração.

Serviços Repórter Parintins