Serviços Repórter Parintins

Disputa pela Presidência do Brasil

Disputa pela Presidência do Brasil Foto: Dilvulgação Notícia do dia 06/08/2018

Após o encerramento das convenções para os cargos em disputa na eleição 2018, 13 legendas confirmaram nomes dos candidatos que vão estar na corrida pela Presidência da República no dia 07 de outubro.

 

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) deve julgar todos os pedidos de candidaturas até o dia 17 de setembro. Se todos os nomes forem confirmados pela Corte Eleitoral, este será o maior número de candidatos ao Palácio do Planalto desde 1989. 

 

O Podemos do senador Álvaro Dias homologou o seu nome para a presidência da república e de José Rabello (PSC) para vice.

 

Os nomes do Deputado Federal Cabo Dacolo e da pedagoga Suelen Balduino foram confirmados como candidatos a presidente e vice pelo Patriotas.

 

Ciro Gomes e a senadora Kátia Abreu, ambos do PDT irão compor a chapa da sigla para a disputa presidencial.

 

O tucano Geraldo Alckmin (PSDB) e a senadora gaúcha Ana Amélia (PP) compõe a chapa do partido socialista que tentará voltar a presidência do país após 16 anos. Os tucanos têm como aliados DEM, PR, SOLIDARIEDADE, PRB, PSD, PTB e PPS.

 

Guilherme Boulos (PSOL) e a indígena Sônia Guajajara (PCB) formam a dupla que vai disputar a cadeira presidencial pelo Partido Socialismo e Liberdade.

 

Devido a imensa rejeição do presidente Michel Temer e o anúncio que não disputaria a reeleição, o Movimento Democrático Brasileiro (MDB), confirmou a homologação do nome do ex-ministro da fazenda Henrique Meirelles (MDB) para disputar a presidência da república. Germano Rigotto (MDB) será o vice na chapa de Meirelles.

 

O deputado federal Jair Bolsonaro (PSL) confirmou a sua candidatura e terá como vice Hamilton Martins Mourão, o General Mourão (PSL).

 

O Partido Novo lançou o empresário João Amoêdo (NOVO) como presidenciável e o professor universitário Christian Lohbauer (NOVO) como vice.

 

O filho do ex-presidente João Goulart, deposto pela ditadura militar em 1964, João Vicente Goulart Filho (PPL), foi confirmado como o candidato ao Palácio do Planalto pelo Partido Pátria Livre. O vice na chapa da sigla é o professor da Universidade Católica da PUC, Léo Alves.

 

O ex-deputado federal José Maria Eymael, do Democrata Cristão (DC), pela quinta vez tentará chegar à presidência da república. O vice na chapa será o pastor Helvio Costa.

 

O petista Luiz Inácio Lula da Silva (PT), preso e condenado pela Lava Jato, teve o nome homologado na convenção do Partido dos Trabalhadores (PT). O vice é o ex-prefeito de São Paulo, João Haddad.

 

A ex-senadora Marina Silva (REDE) mais uma vez vai tentar chegar a cadeira de presidente do Brasil. O ex-deputado federal e candidato presidenciável em 2014, Eduardo Jorge (PV), é o vice na chapa de Marina Silva.

 

A operária sapateira Vera Lúcia (PSTU) e o professor ativista Hertz Dias são os nomes homologados para concorrer à presidência da república no dia 07 de outubro.

 

Os presidenciáveis durante as convenções anunciaram o desejo de lutar pelos ideais do povo brasileiro, acreditando que a reforma política e o fim do foro privilegiado dos políticos darão mais credibilidade aos projetos políticos, sem deixar de fora o empenho para melhorar as áreas de educação, saúde, geração de empregos e rendas, segurança pública, crescimento da economia, o combate a corrupção, a liberdade de expressão e outras bandeiras essências para o desenvolvimento do País.

 

Fernando Cardoso | Especial para o Repórter Parintins

Serviços Repórter Parintins