Os Metralhas combatem a violência homofóbica em defesa do público LGBT

Foto: Marcondes Maciel Notícia do dia 13/02/2018

O preconceito e injustiça na carruagem ai que delícia, mulher que vira homem e homem que vira mulher é o tema central do Bloco Carnavalesco Os Metralhas no Carnailha 2018.

 

A ideia principal do enredo é chamar a atenção das autoridades e da comunidade em geral para a o crescente índice de homofobia, a violência gratuita contra o publico LGBT em Parintins.

 

De acordo com o artista do bloco, Rogério Azevedo, muitos casos de violência e assassinatos contra homossexuais ocorreram em Parintins sem a devida atenção das autoridades e acabaram caindo no esquecimento.

 

O carro alegórico trouxe os personagens dos desenhos animados Batman e Rob e o Homem Aranha como defensores da liberdade sexual e do público LGBT.

 

A Comissão de Frente foi formada por dançarinos e dançarinas que fantasiados como personagens dos desenhos formaram a Liga da Justiça.

 

Marcondes Maciel | Repórter Parintins