Garantido cumpre promessa com ladainha, entrega comenda e sai às ruas de Parintins

Noticia Atualizada em 25/06/2015
Garantido cumpre promessa com ladainha, entrega comenda e sai às ruas de Parintins
Foto: Divulgação/AFBBG

Há mais de setenta anos, a "promessa de vida" do mestre Lindolfo Monteverde se repete com a ladainha (missa cantada) realizada por sua família, assim como  a saída as ruas no dia 24 de junho, em homenagem a São João Batista. Em 2015,  ano do cinquentenário do festival folclórico de Parintins não foi diferente e a tradição foi mantida.Centenas de pessoas lotaram o "curralzinho da Baixa" para dar prosseguimento à promessa.

 

Dona Maria Monteverde, filha de Lindolfo, explicou que a ladainha é mantida pela família e caracteriza-se como um dos eventos mais importantes do Garantido. "O festival é lindo e marcante, mas tudo começou aqui e, com certeza, enquanto mantivermos a ladainha e a saída às ruas, o Garantido existirá, independente de quem passar", enfatizou.

 

Para Adelson Albuquerque, presidente da Associação Folcórica boi bumbá Garantido esse é um evento tradicional e marcante do boi. "Talvez se Lindolfo não tivesse feito a promessa e sua descendência continuasse com ela, o Garantido não existiria mais. O boi não surgiu da promessa, mas ela foi e é essencial para o boi existir até hoje", avaliou .


Comenda


Para homenagear pessoas que fizeram história, tanto na linha de frente, quanto nos bastidores dos 50 anos de festival, o boi Garantido  entregou a Comenda “50 Anos em Vida”.

 

Aproximadamente quatrocentos nomes receberam a homenagem. Desde fundadores, artistas, ex-itens, ex-diretores, ex-presidentes, apoiadores, ex-batuqueiros, pessoas que apoiaram de várias maneiras o Garantido, ao longo das cinco décadas de disputas.

 

Um dos homenageados, Antonio Andrade, ex-presidente do bumbá vermelho, avaliou que a  festa foi linda. "Primeiro, muita gente na hora de rezar a Ladainha, depois, o momento das homenagens que foi maravilhoso, confraternização e orgulho de ser Garantido. Por fim, mais de 30 mil pessoas, de vermelho e branco, nas ruas da cidade, dançando, cantando, em estado de graça. Fico imaginando o Mestre Lindolfo, todo satisfeito e pávulo, vendo seu povo feliz e apaixonado, pelo seu brinquedo, prometido a São João", completou.

 

Segundo um dos membros da Comissão de Artes do Garantido, Mencius Melo, a intenção foi registrar a história do boi, sem entrar em juízo de valor. “É uma lista extensa, feita de suor, sonhos e lágrimas de pessoas que ajudaram a construir o Garantido. “Nossa intenção é preservar a história e a memória do Garantido, isso é o que importa”, finalizou.

 

A seguir uma multidão lotou as ruas seguindo o boi Garantido, que dançou ao redor das fogueiras, parou nas casas ao longo do caminho e  finalizou a caminhada  por volta das 2h, na praça da  catedral.

 

Assessoria de imprensa

 


Enquete

As perspectivas do parintinense para o fim de ano com relação a economia?

Aguarde...

Resultado
As perspectivas do parintinense para o fim de ano com relação a economia?
São ótimas

11 (18%)

São boas

14 (23%)

São razoáveis

37 (60%)

Total de 62 votos

Voltar

Galeria de Fotos

A notícia além do fato