Professores de Parintins decidem em assembleia pelo fim da greve e retorno das aulas

Professores de Parintins decidem em assembleia pelo fim da greve e retorno das aulas Foto: Marcondes Maciel Notícia do dia 09/04/2018

Os trabalhadores em educação vinculados a Secretaria de Estado da Educação (Seduc) em Parintins decidiram em assembleia geral pela paralisação da greve deflagrada há mais de duas semanas em todo o Estado. A assembleia foi realizada na manhã de segunda-feira, 9 de abril, na sede da delegacia do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado do Amazonas (Sinteam) no município.

 

Porém, os profissionais do magistério de Parintins deram um ultimato para o Governo do Estado até a próxima sexta-feira, 13 de abril, para que se concretize a publicação no Diário Oficial do Estado do Projeto de Lei da Assembleia Legislativa do Estado sobre o reajuste da categoria.

 

Desta forma, as aulas na rede estadual do município voltam ao normal a partir de terça-feira, 10 de abril. De acordo com a professora Keila Nogueira, integrantes do comando de greve, a categoria ficará de sobreaviso e estará em constante mobilização, porque até o momento não houve a publicação da lei.

 

“A categoria decidiu que retornaremos às salas de aulas, mas de sobreaviso. A luta não acabou, a luta continua por uma pauta de reivindicação que foi deliberada pela assembleia e vamos lutar para conquistar essa pauta”, disse Keila.  

 

A assembleia que contou também com a participação de estudantes, professores aposentados, vigias, merendeiras, serviços gerais e administrativos aprovou a pauta de reivindicação.

 

Pauta de reivindicação

 

- Encaminhamento de um documento ao SINTEAM com argumentação com base no Plano de Cargos Carreira e Remuneração (PCCR) para solicitação de um decreto imediato da localidade com os valores apresentados pelo governo 200,00, 500,00 e 1000,00 mensalmente;

 

- Participação do interior na revisão do PCCR/Providenciar recursos para enviar os representantes;

 

- Sindicalização, eleição do Sinteam, fundo de greve, elaboração de um calendário para reposição

 

- Garantir reposição de aulas por parte dos professores sem desconto das faltas;

 

- Progressões verticais - (cobrar progressões automáticas)

 

- Progressões horizontais - (cobrar progressões automáticas)

 

- Progressões diagonais - (cobrar realização das progressões com frequência)

 

- Reajuste do vale alimentação para R$ 600,00 e manutenção do mesmo em cartão e extensão a todos os servidores independentes de cargo ou função;

 

- Auxílio localidade de acordo com a distância R$ 500, R$ 1.000 R$ 1.500;

 

- Auxílio localidade para os administrativos, merendeiros, vigias e retorno aos aposentados;

 

- Revisão do PCCR e do estatuto do magistério;

 

- Cumprimento integral do HTP;

 

- Eleição direta para gestores de escola e coordenações da seduc;

 

- Garantir o direito dos alunos a partir de 16 anos para votar nestas eleições.

 

- Extensão do plano de saúde para dependentes dos servidores (assegurado por lei a todos os menores de idade) e manter o plano fora do contracheque;

 

- Extensão de atendimento do plano de saúde para os interiores;

 

- Liberação remunerada dos professores para mestrado e doutorado;

 

- Permanência do auxílio alimentação em caso de licença.

 

- Redução do número de alunos por turma de acordo com a lei;

 

- Eleição direta para gestores de escola e coordenações da seduc;

 

- Melhoria na estrutura física das escolas; direito de 1/3 de férias referente a todos os 45 dias;

 

- Extensão do atendimento da junta médica para os municípios polos;

 

- Melhoria na merenda escolar – regionalização - solicitado pelos alunos dos grêmios estudantis;

 

- Auxilio transporte para os servidores de todos municípios do interior;

 

- Merenda para os servidores

 

- Transparência da aplicação dos recursos do FUNDEB e rateio do restante dos 40% do fundo para administrativos, merendeiros e vigias.

 

- Revisão dos processos engavetados na SEDUC;

 

- Retirada dos 15min a mais no horário, igualar aos outros municípios.

 

Marcondes Maciel | Repórter Parintins

 

Serviços Repórter Parintins fevereiro 2018