Depois de quatro meses da tragédia rebocador da Bertolini é içado e corpos serão retirados

Noticia Atualizada em 05/12/2017
Depois de quatro meses da tragédia rebocador da Bertolini é içado e corpos serão retirados
Foto: RG 15/O Impacto

O rebocador da empresa Bertolini envolvido na tragédia marítima que matou nove pessoas começou a ser içado na manhã de terça-feira, 5 de dezembro, após quatro meses fundo rio. O acidente foi ocasionado no dia 02 de agosto tendo com causa a colisão entre um navio cargueiro e um comboio de balsas no município de Óbidos.

 

De acordo informações da Capitania Fluvial de Santarém a expectativa dos familiares das nove pessoas desaparecidas, as famílias já se encontram no município de Óbidos para acompanhar de perto o resgate ainda tentar localizar dos corpos.

Segundo o planejamento, antes do içamento da embarcação, será lançado uma rede sobre a mesma, com o objetivo de preservar qualquer objeto que por ventura venha a se desprender.

Uma vez içado, o rebocador será colocado em cima de uma balsa, após resguardada a segurança, os peritos iniciarão os trabalhos de levantamento de local de crime.

 

Uma vez localizados os corpos, os mesmos serão retirados e deverão ser encaminhados ao Centro de Perícias Científicas (CPC) Renato Chaves em Santarém, onde se fará a coleta de DNA para subsidiar a identificação.


Repórter Parintins | Com informações: RG 15/O Impacto


Enquete

As perspectivas do parintinense para o fim de ano com relação a economia?

Aguarde...

Resultado
As perspectivas do parintinense para o fim de ano com relação a economia?
São ótimas

11 (18%)

São boas

14 (23%)

São razoáveis

37 (60%)

Total de 62 votos

Voltar

Galeria de Fotos

A notícia além do fato