Artistas do Caprichoso entram na fase final de construção do projeto ?Amazônia?

Noticia Atualizada em 12/06/2015
Artistas do Caprichoso entram na fase final de construção do projeto ?Amazônia?
Fotos: Gerlean Brasil

A menos de 15 dias do 50º Festival Folclórico de Parintins, os trabalhos de construção dos módulos alegóricos que formarão os conjuntos na arena entraram em ritmo acelerado esta semana. Os trabalhos seguem a todo o vapor nos galpões e ateliês do Caprichoso. O prazo para o término dos trabalhos é seguido de acordo com o cronograma estipulado pelo Conselho de Artes.

Para o presidente do Boi Caprichoso, Joilto Azêdo, a aproximação de todos os segmentos é importante para o andamento dos serviços. “Tudo está adiantado, estamos cumprindo o cronograma, e até o dia 24 de junho os artistas deverão finalizar todo o projeto. São três grandiosas apresentações contextualizadas e idealizadas para a conquista do título 2015”, assegura Joilto.

O Caprichoso trabalha com um coletivo de aproximadamente 350 pessoas (em todos os setores do boi), e tem investido maciçamente para que tudo saia de acordo com o planejado. O Boi Caprichoso demonstra preparo para a disputa 2015.


 
Com 85% dos trabalhos concluídos nos galpões e QG’s, o projeto “Amazônia”, preparado para as três noites do 50º Festival, entra em fase final a partir da próxima semana, com os trabalhos de pintura, pastelagem, revestimento, acabamento dos módulos alegóricos, teste de movimentos, assim como a finalização das indumentárias de tribos, Marujada de Guerra e integrantes do corpo cênico-coreográfico.
 
Todo o trabalho é acompanhado diariamente por membros do Conselho de Artes. As estruturas artísticas ganham a cada dia cor e forma, dando vida e sentido ao tema “Amazônia”. Iniciado ainda em março, com a compra do material de acabamento direto do Rio de Janeiro, os trabalhos de galpão desde o mês passado foram intensificados para fazer um espetáculo grandioso nas três noites de festival.

“O Boi vem mostrando através da arte o imponente tema “Amazônia”. Estamos a poucos dias do festival e os artistas estão determinados em fazer o melhor. Fico satisfeito em ver nos galpões cada resultado, pois o que foi idealizado pelo Conselho de Artes a cada dia se concretiza”, afirma o vice-presidente e coordenador geral do Conselho de Artes, Rossy Amoedo.

Ele, que também integra o time de artistas de ponta em 2015, afirmou ainda que desde o mês de novembro de 2014, vem se dedicando a reunir as equipes no Conselho de Arte e artistas de alegorias, planejando com determinação uma metodologia onde tudo foi bem dividido, sem sobrecarregar o trabalho de cada artista. “Todo esse planejamento vai capacitar o nosso Boi Caprichoso para a vitória” completa.

De acordo com Junior de Souza, novo artista contratado para o time de alegoristas do Caprichoso, os artistas e auxiliares estão empenhados em finalizar os trabalhos como um todo. “Estamos com o trabalho de ferragens 100% concluído, o revestimento em 95%, e atualmente estamos na fase de pintura e acabamento” destaca.

“Estamos muito satisfeitos de termos trabalhado aqui no galpão do Caprichoso, pois a diretoria nos deu bastante apoio para que alcançássemos o projeto que foi repassado pelo Conselho de Artes, e  que também nos deixou a vontade para adicionar novas coisas que veio a somar para engrandecer o projeto”, ressalta.

Junior de Souza considera o projeto um desafio, e diz que tem agido com cautela. “Na realidade, o trabalho só termina quando o último módulo sai pelo portão da arena, porque antes disso é preparado a montagem, a entrada na arena, e o acontecimento dessa alegoria aos olhos do público e jurados”, complementa.

O alegorista Mestre Jair Mendes explica que a parte mais pesada, que é mexer com ferro e soldagem, já foi finalizada, e se concentra no acabamento de detalhes de decoração, pintura e secagem. “Os trabalhos por aqui não param, temos o compromisso com o Caprichoso para concluir todas as etapas dessa construção do boi de arena, não deixaremos nenhum problema externo afetar o projeto”, frisa.

Logística

O Boi Caprichoso já tem um planejamento traçado para executar o traslado dos módulos alegóricos até a concentração do Bumbódromo. Esse deslocamento dos módulos deverá ter início três dias antes da sexta-feira, 26, de junho (primeira noite de espetáculo). O membro do Conselho de Artes e responsável pela logística do Caprichoso, Zandonaide Bastos, demonstrou a preocupação com o bem estar dos trabalhadores, estabelecendo o uso de equipamentos de proteção como prevê as regras de segurança do trabalho.



“Preventivamente, todos os anos solicitamos a concessionária de energia o desligamento de cabos elétricos para não causar nenhum acidente, visto que o tamanho das alegorias ultrapassam muitas vezes a altura dos postes de iluminação” salientou Bastos. A Polícia Militar é convocada para ajudar nestes trabalhos que envolvem a evacuação de pessoas das vias por onde passam os módulos alegóricos.

 

Assessoria de Imprensa do Boi-Bumbá Caprichoso


Enquete

As perspectivas do parintinense para o fim de ano com relação a economia?

Aguarde...

Resultado
As perspectivas do parintinense para o fim de ano com relação a economia?
São ótimas

11 (18%)

São boas

14 (23%)

São razoáveis

37 (60%)

Total de 62 votos

Voltar

Galeria de Fotos

A notícia além do fato