?Vamos vencer o Festival podem confiar?, avisa presidente Joilto Azedo, durante sessão especial

Durante homenagem na Aleam, personalidades do Boi Caprichoso foram homenageados pela contribuição ao festival

Noticia Atualizada em 20/05/2015
?Vamos vencer o Festival podem confiar?, avisa presidente Joilto Azedo, durante sessão especial
Foto: Divulgação

“Quero avisar ao presidente do boi contrário, que o nosso Caprichoso está pronto para batalha e vamos vencer este festival, pode confiar, galera”. Foi com essa frase que o presidente do Boi-Bumbá Caprichoso, Joilto Azêdo, encerrou seu discurso durante a sessão especial em homenagem aos 50 anos do Festival do Folclórico de Parintins’, ocorrida no final da manhã desta terça-feira (19) no plenário Ruy Araújo, na Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam).

Com a presença do vice-presidente, Rossy Amoedo, itens oficias Cunhã-Poranga Maria Azêdo, Rainha do Folclore, Brena Dianná, Apresentador Júnior Paulain, Levantador de Toadas, David Assayag, representantes das torcidas Raça Azul e Força Azul e Branca (FAB), além de dirigentes do Movimento Marujada e do boi contrário, Joilto Azêdo conclamou toda nação azul e branca para que, juntos, o bumbá possa vencer o festival de 2015.

“Nós somos seres humanos, erramos e acertamos em nossas decisões, mas de uma coisa estou certo, este ano nós vamos trazer esse título para nossa galera. As dificuldades que estamos enfrentando só estão nos fortalecendo ainda mais para trazer o troféu de campeão ao Curral Zeca Xibelão”, disse o presidente do Caprichoso.



O presidente fez um breve resgate histórico das personalidades que ajudaram a construir o legado do Boi Caprichoso. “Ao longo desses 102 anos, o Caprichoso construiu uma história bonita, que começou com Roque Cid, depois Luiz Gonzaga e inúmeras famílias que ajudaram a trilhar uma trajetória linda que nos enche de orgulho. Quero aproveitar esse momento para agradecer a todos os ex-presidentes do boi e exaltar o trabalho de cada um, pois se não fosse o empenho e dedicação deles, o nosso Caprichoso não estaria hoje aqui”, agradeceu Joilto Azedo ao citar os nomes de Márcia Baranda, Carmona Oliveira, Dodozinho Carvalho e César Oliveira.

Ainda durante a sessão especial, proposta pelo deputado estadual Bi Garcia (PSDB), algumas personalidades do Boi Caprichoso foram agraciadas com o diploma de honra ao mérito por ter contribuído com o festival. Entre os homenageados estavam o ex-presidente e padrinho Alcinélcio Vieira, a pesquisadora Odinéa Andrade, o jornalista e compositor Marcos Santos e o compositor Raimundinho Dutra. “Graças a pessoas como eles que hoje a nossa festa está entre as dez mais populares e reconhecidas no Brasil. Estamos em uma sessão histórica, são 50 anos do festival de Parintins, o segundo maior do mundo e o maior do Brasil. Precisamos proteger e cuidar com muito carinho deste evento. Essa sessão é para festejar, mas também para avaliar”, reforçou Joilto Azêdo.

O deputado Bi Garcia falou sobre a importância do festival no movimento da economia da cidade e na falta de infraestrutura para a recepção do turista que vai prestigiar a festa na ilha. A sessão foi marcada pela apresentação do Levantador de Toadas, David Assayag, que arrancou aplausos dos presentes ao cantar alguns sucessos do bumbá azul, como “Sensibilidade”. Entre autoridades presentes na sessão especial estavam a presidente da Empresa Estadual de Turismo do Amazonas (Amazonastur), Oreni Braga, e o presidente da Fundação Municipal de Cultura e Turismo de Manaus (Manauscult), Bernardo Monteiro de Paula.

 

Com informações da Assessoria de Imprensa do Caprichoso


Enquete

As perspectivas do parintinense para o fim de ano com relação a economia?

Aguarde...

Resultado
As perspectivas do parintinense para o fim de ano com relação a economia?
São ótimas

11 (18%)

São boas

14 (23%)

São razoáveis

37 (60%)

Total de 62 votos

Voltar

Galeria de Fotos

A notícia além do fato