Dom Giuliano Frigeni reúne imprensa, nesta quinta-feira (19/11), para anunciar fechamento do Hospital Padre Colombo

Dom Giuliano Frigeni reúne imprensa, nesta quinta-feira (19/11), para anunciar fechamento do Hospital Padre Colombo Foto: Neudson Corrêa/Repórter Parintins/Arquivo Notícia do dia 18/11/2020

A Diocese de Parintins e a administração do Hospital Padre Colombo (HPC) reúnem os profissionais da imprensa parintinense, em coletiva nesta quinta-feira, dia 19 de novembro, às 10h.

 

O encontro será no auditório do Centro Pastoral Mãe Deus (prédio da Rádio Alvorada).

 

O objetivo é notificar a comunidade sobre o possível fechamento do Hospital Padre Colombo, marcado para o dia 22 de novembro de 2020.

 

O encerramento das atividades se deve a falta de recursos, que segundo a nota distribuída à imprensa, atribuído ao Estado.

 

A entrevista contará com a presença do bispo da Diocese de Parintins, dom Giuliano Frigeni; assessor da Diocese junto ao HPC, padre Arilton Cascaes; diretora geral do HPC, Maria de Jesus Aquino; diretor clínico, médico urologista Alberto Figueiredo e do gerente administrativo, Ozair da Silva.

 

De acordo com dom Giuliano, o valor do convênio com o Governo do Estado girava em torno de R$ 2,6 milhões, por ano. Mas a partir desse ano de 2020, o contrato não foi mais mantido.

 

O hospital foi fundado no ano de 1974 pelo primeiro bispo da Diocese, dom Arcângelo Cerqua. 

 

Neste ano de 2020, por ocasião na pandemia do coronavírus, o Hospital Padre Colombo ficou responsável por toda a carga de atendimento do sistema de saúde do município, como também de pacientes provenientes de municípios da região.

 

Os atendimentos que eram realizados no Hospital Jofre Cohen, um dos maiores no interior do Estado do Amazonas, ficou especificamente para atender pacientes acometidos da Covid-19.

 

O gerente administrativo do HPC, Ozair da Silva, informou que uma das mais importantes unidades de saúde de Parintins possui 343 funcionários ativos, em novembro, sendo 137 contratados da SES-AM (antiga SUSAM), 76 vinculados à Semsa e 130 mantém vínculos empregatícios com a Diocese de Parintins.

 

Fundo Municipal de Saúde

Por ser considerado município com Gestão Plena na Saúde e, portanto, com alta complexidade, Parintins recebeu do Fundo Municipal de Saúde algo em torno de R$ 2.750.000,00 (dois milhões, setecentos e cinquenta mil reais). Os recursos do Governo Federal foram provenientes de orçamentos da União.

 

O valor foi repassado ao Hospital Padre Colombo, no dia 17 de junho, pelo prefeito de Parintins Bi Garcia.

 

Na ocasião, disse Garcia. “Isso é superior a um ano de convênio que o hospital tem com o Governo do Estado do Amazonas”.

 

Para fazer o repasse do dinheiro, o Município baixou o decreto de sistema de doação para o Hospital Padre Colombo.

 

O prefeito de Parintins, Bi Garcia, viajou na manhã desta quarta-feira para Manaus, para tratar especificamente desse assunto com o governador do estado Wilson Lima.

 

Matéria atualizada às 12h55min.

 

LEIA MAIS: MPAM entra com ação na Justiça para evitar parada total do Hospital Padre Colombo em Parintins

Tags: