Profissionalização e valorização da marujada é prioridade para Jender

Profissionalização e valorização da marujada é prioridade para Jender Fotos: Pitter Freitas Notícia do dia 23/07/2019

Em mais uma reunião com a Marujada de Guerra, Jender Lobato ouviu as necessidades do segmento de surdo do grupo rítmico, na noite de segunda-feira, (22/07). O candidato à presidência do Boi Caprichoso debateu propostas como autonomia para firmar parcerias, com respaldo da presidência, espaço na Praça de Alimentação do curral Zeca Xibelão, materiais para manutenção dos instrumentos e maior atenção da diretoria ao item coletivo, entre outras sugestões.

 

Jender pediu apoio aos ritmistas para construir o boi organizado em busca da profissionalização desse setor importante do Caprichoso. O sócio e marujeiro, Gil Gama, avaliou como muito proveitosa a reunião com o candidato. “Fizemos nossas considerações do que a marujada precisa para darmos resultados positivos ao nosso boi. Que o Jender continue com essa humildade, sem prometer nada para ninguém, falando das necessidades do boi. Todos nós acreditamos que as propostas são agradáveis. Com nosso apoio, com certeza, chegaremos à vitória”, declarou.

 

Profissionalização e valorização (12) 

Com mais de 50 anos de história na Marujada de Guerra, Raimundo Rodrigues, o Bacuri, é o responsável pelo primeiro toque do tambor e ficou satisfeito com o resultado do encontro com o candidato. “Nessa conversa com a marujada, o Jender colocou tudo que o pretende implantar no boi. Eu já declarei meu voto para ele. Dei um abraço nele e manifestei meu apoio. Meu voto é Jender, junto com minha família”, assegurou.

 

O sócio e marujeiro Luan Carlos sentiu confiança na palavra e no perfil de Jender Lobato, por se propor a discutir abertamente as melhorias para a Marujada de Guerra. “Eu vejo que é um grande passo que a gente vai dá. É preciso mudanças para melhorar todos os setores da marujada. Estou esperançoso que dará muito certo, a partir dessa conversa que tivemos com o nosso candidato Jender, que necessita do apoio de cada marujeiro, coordenador, diretor. Tenho certeza que ele fará um bom trabalho”, analisou.

 

Texto: Gerlean Brasil
 

Tags: